Antecipe o recadastramento do seu dependente universitário e evite despesas desnecessárias

O início do ano é cheio de compromissos e despesas para a maioria das pessoas. Material escolar, IPVA e IPTU são alguns dos gastos que esperam os brasileiros. Nesse momento, o que você menos precisa é de uma despesa extra. Por isso, se você tem dependente universitário, faça o recadastramento dele na Cemig Saúde logo no início do semestre.

Segundo a supervisora de Cadastro de Beneficiários e Reembolso da Cemig Saúde, Ideucina Melissa, quando o recadastramento é realizado nos meses seguintes, é feita a cobrança normal por aquele dependente, sem o desconto do dependente universitário. “Depois que o cadastro é regularizado, o valor a mais que foi pago é reembolsado, mas esse é um inconveniente pelo qual o beneficiário não precisa passar. Fazendo a atualização no início do semestre, ele irá pagar sempre o valor com o desconto”, explica.

O recadastramento do dependente universitário deve ser feito duas vezes por ano, no início de cada semestre. O benefício é concedido a dependentes que têm de 21 a 23 anos e 11 meses, e que estão matriculados em curso superior, pós-graduação ou tecnólogo. Os documentos necessários são: comprovante de matrícula, boleto da mensalidade ou declaração da universidade em papel timbrado atualizados, e a cópia do RG e CPF do dependente.

O envio pode ser feito pelo portal, clicando em Área do Beneficiário >> Fale Conosco >> Incluir uma nova solicitação através do Fale Conosco. No campo “Assunto” escolha a opção “Solicitação” e marque “Dados cadastrais”, no campo “Ocorrência”.