Criminosos aplicam golpes em famílias com parentes internados em hospitais

Criminosos estão se aproveitando do momento de fragilidade de quem tem parentes internados em hospitais para aplicar golpes por telefone. Os pacientes recebem a ligação de uma pessoa que se identifica como funcionário ou médico do hospital e solicita um depósito referente a um medicamento ou procedimento não coberto pelo plano de saúde.

Os hospitais têm alertado os pacientes e familiares a não fazerem nenhum depósito sem antes checar as informações. A polícia civil está ciente do golpe e investiga o crime.

Dicas para se proteger  ·             

Fique atento ao receber ligações de números desconhecidos. 

Tente verificar com os hospitais a veracidade das informações repassadas. 

Não repasse seus dados pessoais, principalmente número de contas bancárias e cartões de crédito.      

Em casos de cobranças indevidas, procure a Cemig Saúde. Os hospitais não fazem cobranças de procedimentos extras ou de medicações via telefone.      

Caso o estelionatário informe ser do plano de saúde, não passe qualquer informação e entre em contado com a Cemig Saúde para checar a veracidade do pedido.