11/01/2019

Prevenção contra o Sarampo

O Sarampo vem apresentando incidência em alguns estados brasileiros e no exterior. Como uma doença altamente transmissível, pode atingir pessoas de qualquer faixa etária, sendo a transmissão por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Os sintomas iniciais são febre, congestão nasal, irritação na garganta, tosse seca e vermelhidão nos olhos e a doença pode evoluir rapidamente.

A única forma de prevenção ao Sarampo é a vacina, que é oferecida de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para todos os estados da federação ao longo de todo ano nos postos de saúde. Fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação as vacinas Tríplice Viral (Sarampo, Rubéola e Caxumba) e a Tetra Viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba e Varicela).  

Fique ligado no esquema vacinal:

Crianças:

• Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade: uma dose aos 12 meses (Tríplice Viral) e outra aos 15 meses de idade (Tetra Viral).

• Crianças de 5 anos a 9 anos de idade que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente: duas doses da vacina Tríplice.

Adolescentes e adultos até 49 anos:

• Pessoas de 10 a 29 anos - duas doses da vacina Tríplice.

• Pessoas de 30 a 49 anos - uma dose da vacina Tríplice.

A vacina está contraindicada para gestantes e imunodeprimidos.

 

Confira as recomendações fornecidas pelo Ministério da Saúde aqui.