02/09/2019

Papel dos médicos é fundamental na aceitação de medicamentos genéricos

Neste ano, os medicamentos genéricos estão completando 20 anos no Brasil. Eles vieram para cá em 1999 e já chegaram revolucionando a saúde pública brasileira, ampliando o acesso aos remédios em todo o país. E não é para menos: eles são cerca de 35% mais baratos que os similares de marca e contribuem para que mais pessoas possam seguir tratamentos médicos.

A prescrição de medicamentos genéricos no país aumentou 65% de 2015 a 2018. Mais barata, essa versão de remédios foi prescrita em 34% das 115 milhões de receitas médicas emitidas entre fevereiro do ano passado e fevereiro deste ano. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (5/7), na sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Se você é médico, seu papel é muito importante na aceitação desse tipo de medicamento por parte dos seus pacientes. Afinal, é o médico que deve prescrever o medicamento pela denominação genérica. Além disso, o médico deve orientar sobre a eficácia e segurança dos genéricos, esclarecendo as dúvidas dos pacientes sobre a equivalência com o medicamento de marca. 

Dessa forma, você os ajuda a conhecer os medicamentos genéricos e ter acesso a um tratamento confiável, por um preço muito menor.