14/10/2019

Grandes cuidados com os pequenos

No Dia das Crianças, celebrado no último sábado, 12 de outubro, foi dia da criançada correr, pular e brincar. Para que os pequenos possam curtir todos os momentos em família com mais saúde e diversão, saiba que o cuidado é sempre o melhor presente. Afinal, a data é um motivo para relembrar a importância da assistência necessária para contribuir com o desenvolvimento integral das crianças e, claro, levar essa atenção para todos os dias do ano.

Manter a vacinação sempre em dia, de acordo com o calendário vacinal, é um dos principais cuidados a serem adotados. Além das doses oferecidas pela rede pública, também existem outras essenciais para as crianças – a vacina contra a gripe, por exemplo, pode ser encontrada com a dose quadrivalente na rede privada, enquanto no Sistema Único de Saúde (SUS) ela é oferecida apenas com a dose trivalente.

Também é muito importante levar as crianças para consultas regulares com um médico de referência, pois ele poderá fazer um acompanhamento adequado e identificar precocemente possíveis problemas de saúde, como alterações de crescimento e desenvolvimento.

Além disso, cada idade tem dicas de segurança específicas para a prevenção de acidentes, que devem ser discutidas nas consultas médicas. É o caso das crianças de um ano, que devem seguir alguns cuidados para que tenham a oportunidade de se locomover com segurança e possam aprender a andar sozinhas.

Oferecer uma alimentação adequada também é fundamental para que as crianças cresçam fortes e saudáveis. Nesse caso, é imprescindível proporcionar uma dieta variada e rica em vitaminas e nutrientes, evitando condimentos, frituras, salgadinhos e doces.

E, claro, é essencial passar um tempo com a criança, fortalecendo vínculos familiares. Melhor ainda se for em atividades ao ar livre e que proporcionem momentos de contato com a natureza. Em tempos em que a tecnologia é usada cada vez mais precocemente, lembre-se de evitar ou limitar a exposição dos pequenos a eletrônicos e a televisão, pois o uso exagerado pode prejudicar o seu desenvolvimento.