06/11/2019

Precisamos tocar nesse assunto

Com a chegada do mês de novembro, a cor azul ganha as ruas do Brasil e do mundo e é hora de nos conscientizarmos sobre a importância do combate ao câncer de próstata, assim como promover o cuidado integral com a saúde do homem.

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, e a segunda maior causa de morte em pacientes do sexo masculino, sendo o de pulmão o mais letal. Cerca de 68 mil novos casos da doença foram registrados no Brasil em 2018, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Neste Novembro Azul, tire as suas dúvidas sobre o câncer de próstata e não se esqueça: os cuidados com a saúde masculina, em todos os sentidos, devem ser colocados em prática todos os dias do ano, e não apenas no mês de novembro.

O toque retal dói – Mentira Se o seu médico de referência indicou a realização do exame de toque retal, pode ficar tranquilo – o procedimento dura apenas 10 segundos, é indolor e não afeta a masculinidade de ninguém.  

O câncer de próstata nem sempre apresenta sintomas – Verdade Em seu estágio inicial, quando as chances de cura são de cerca de 90%, a doença geralmente não apresenta sintomas. Por isso é tão importante estar em contato com o seu médico de referência e seguir as orientações necessárias para estar em dia com a sua saúde.  

Apenas idosos sofrem de câncer de próstata – Mentira Apesar do risco da doença ser maior entre homens com mais de 50 anos de idade, cerca de 10% dos casos são diagnosticados em homens mais novos, segundo dados do Ministério da Saúde.  

Nem todos os casos da doença precisam de tratamento – Verdade Dependendo da situação da doença, como no caso de o diagnóstico ter sido feito em estágio inicial, o tratamento e a cirurgia podem não ser indicadas. Isso porque em casos de tumores de baixa agressividade, o paciente pode ser acompanhado periodicamente sem a realização do tratamento.  

Clique aqui e leia a segunda matéria sobre o Novembro Azul.